Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Nova Zelândia
  Artes e Cultura
  Bancos da NZ
  Comida na NZ
  Comunicações
  Carros na NZ
  Custo de Vida
  Economia da NZ
  Esportes na NZ
  Governo da NZ
  Hábitos Kiwi
  História da NZ
  Hobbies Kiwi
  Jeito de ser
  Os Europeus
  Os Imigrantes
  Os Maoris
  Padrão de Vida
  Leis da NZ
  Segurança
  Seguros
  Transportes

 

 

Link Patrocinado

Gosto Kiwi

 Comida típica Kiwi é que nem cobra venenosa na Nova Zelândia, simplesmente não existe. O mais perto que podemos chegar é o Hangi Maori, onde carnes e vegetais são cozidos no vapor. Talvez possamos mencionar a Pavlova, mas essa sobremesa tem sua autoria disputada com a Austrália. Acho que toda a culinária Kiwi feita em casa, saiu de um único livro chamado "Edmonds Cookery Book". O livro tornou-se uma bíblia de cozinha, e cada dona de casa tem um. Não é a toa que foi o livro mais vendido de todos os tempos no país. Por isso não se impressione se na casa de Neo-Zelandeses da gema, você comer coisas repetidas, com o mesmo tempero. Já aconteceu com quem vos escreve, de ter sido convidado para um jantar, e na semana seguinte para outro em casa diferente. Ambos serviram galinha, pareciam xerox uma da outra, e tinham exatamente o mesmo gosto, ou seja, nenhum. Claro que falamos para ambas as famílias que a refeição estava uma delícia.

Por outro lado, tente fazer um prato Português ou Brasileiro e oferecer para um Kiwi comer. Os adultos vão comer e vão dizer que está uma delícia (por delicadeza claro), as crianças vão olhar com cara de nojo, mas algumas vão provar, e o gato da casa vai dar uma lambida, virar a cara, e se recolher aos aposentos. Alguns gatos, crianças e adultos poderão gostar. Mas o teste da verdade, será se o gato te pedir a receita. Pedir a receita de um prato que um Kiwi tenha feito, é o reconhecimento supremo de que a gororoba agradou. Na culinária, o Kiwi coloca sal na comida, mas a pitada é tão microscópica, que não dá nem hipertensão em formiga. Alho é raríssimo de se usar, e o pimentão, é tido como de difícil digestão e peidorento demais. Ao invés de temperos, os Kiwis são mais chegados a molhos, principalmente o de tomate. Pelo que constatei, só existem duas comidas onde não se coloca molho de tomate, no sorvete, e no chocolate. Por isso se você for fazer um prato, esquece paladar e sofisticação, e comece pelo molho de tomate. Mesmo que o prato não peça, eles vão colocar. Um dos problemas nos molhos chama-se vinagre, e 99.9% dos molhos são avinagrados ou doce demais, incluindo o de tomate. Até as maioneses comuns são, com exceção da Hellman's e da SW whole egg tradicional, mas não são populares. Um outro molho muito usado em carnes é o Barbecue Sauce, que teoricamente deveria ter gosto de churrasco. Esse não é avinagrado, mais sim doce.

O mais tradicional prato da cozinha Kiwi é o Roast Hogget, que nada mais é do que carne de ovelha novinha, assada no forno com ervilha batata, abóbora e batata doce. Esse prato até gato kiwi abana o rabo, e as criancinhas sentam na mesa sem dar um pio. O dito é servido com um molho chamado Mint Sauce, cuja base é de menta. Pessoalmente, o mint sauce é o molho mais torturante do planeta. A coisa tem gosto pior do que cerveja aberta deixada por uma semana fora da geladeira. É feito de menta, vinagre, e açúcar, e é um molho tradicional da mãe Inglaterra onde é muito apreciado por tirar um pouco do fedor que a carne de ovelha tinha antigamente. Eu prefiro 1000 vezes o cheiro da ovelha que o do molho, além do que, começo a tossir compulsivamente. Outro prato que é feito igualzinho por cada família, e a salada tradicional. A dita é gostosa e normal, feita de alface picado, tomate em rodela e pepino. Beterrabas fatiadas e avinagradas são servidas num prato à parte, e o tal do molho de tomate. Mas se puder experimentar as costelas de carneiro assadas, Rack of Lamb, vai entender porque são famosos internacionalmente pela excelente qualidade da carne e pelo delicioso sabor.

Se pelo menos uma vez por semana um Kiwi não for na loja de Fish & Chips, pode ter certeza que não é Kiwi ou está muito doente. Os velhos por orientação médica as vezes não comem, e preferem a ovelha com molho de menta. Mas a galera de meia idade e a garotada adora. Fish & Chips nada mais é do que filé de peixe empanado servido com batata frita, tudo frito numa banheira de óleo fervente que só Deus sabe a quanto tempo está lá. Você escolhe o tipo de peixe e o tipo de empanado, bem como quantas porções de fritas quer: existem chips e wedges estas são mais grossas e temperadas. Não é nada saudável, mas é a preferência nacional. Após fritos, os ditos são colocados em cima de papel absorvente e enrolados em muito jornal. O preço do Fish & Chips esta a apartir de NZ$ 5.50 a porção. O jornal conserva o calor até chegar em casa, onde a alegre família Kiwi, mais uma vez fará uso do super molho de tomate. Galinhas assadas chamadas de BBQ Chicken com salada de repolho e maionese, é um outro prato que cada vez mais tem ganho o paladar Kiwi, e apesar da Nova Zelândia produzir um dos melhores frutos do mar no mundo, a maioria da população não é muito chegada a esses frutos, exceto filé de peixe com purê de batatas, e o inesgotável molho de tomate. Quando o orçamento permite, uma dúzia de ostras frescas. Por causa do orçamento apertado é muito comum se levar lanche de casa para o trabalho ou escola. 

 Kiwis tem hábitos alimentares bastante simples, e um tanto quanto diferentes da forma latina ou portuguesa de comer. Dependendo do tamanho da cidade que você for ficar, muita coisa pode mudar, incluindo o tipo de comida e horários. Tratando-se do nome das refeições, como o café da manhã, almoço, jantar e ceia, os Kiwis são magnânimos, e conseguiram até mesmo a proeza de mudar o significado de palavras em Inglês para se referir as refeições.(Os brasileiros também fizeram, ao mudar de pequeno almoço falado Portugal, por café da manhã usado no Brasil). Exemplos:

  •  Se você conhecer um Kiwi que te convidar para um "Tea", a primeira coisa é agradecer e perguntar What Time? ou a que horas. Não se surpreenda se a resposta for 6 da tarde, e tão pouco se você chegar lá com um pacote de biscoitos esperando um delicioso chá Inglês, e se deparar com uma mesa posta com vinho, galinha assada, e tudo mais. Tea em Inglês é chá, mas em Kiwi English também significa jantar, mais precisamente, um jantar informal. Quem vos escreve já pagou esse mico, e passamos muito tempo com a família que nos convidou rindo do ocorrido. Agora, se alguém lhe convidar para um Dinner, que também é um jantar, só que formal, deve-se ir  bem vestido com sapatos e roupa boa, levando uma garrafa de um bom vinho como contribuição, e sem deixar de chegar na hora exata marcada. Nem mais nem menos. No caso do Tea, se o horário não for especificado, entende-se qualquer hora entre 5 e 6 da tarde, mais ou menos tá bom, e pode ir de Jeans, tenis chinelo, enfim, é informal, e normalmente significa um início de amizade ou continuação dela.

  • Se o convite for "Come for Supper" também não se trata da tradicional Ceia Inglesa servida tarde da noite, mais sim de você aparecer lá depois do jantar (+ ou - 8 da noite), para tomar alguns drinks e bater papo. (até umas 10 da noite ou mais se for num Sábado ou véspera de feriado).

  • "Smoko" vem de smoking ou fumar cigarro, e em todos os trabalhos na Nova Zelândia existem dois intervalos de 15 minutos cada. Um as 10 da manhã, e outro as 3 da tarde. Antigamente os trabalhadores de fazendas usavam essa pausa para fumar, mas hoje, com poucos fumam, ou fumar em muitos locais é proibido, a coisa mudou. O termo smoko é largamente usado dentro de empresas, normalmente referido como "Smoko break". Hoje a maioria dos trabalhadores aproveita essa pausa para um lanche rápido (e alguns para fumar). As "Smoko Vans" são vans adaptadas para servir comida e refrescos que vão até a porta de fábricas nesses horários.

 Os Neo-Zelandeses estão cada vez mais sofisticados em termos de comidas e variedades de culinária. A Imigração, casamentos mistos, e até mesmo a Internet, têm sido as maiores fontes dessa renovação. Nossa dica, é de ir aberto para novos sabores, e trazer de presente um exemplar do clássico livro descrito acima. Os vinhos da Nova Zelândia- são considerados um dos melhores do mundo e tem preços bem razoáveis, sendo que os mais famosos pela alta qualidade são o Sauvignon Blanc, o Pinot Noir e Chardonnay. O clima e os terrenos ferteis vulcânicos favorecem bastante os vinhedos da Nova Zelândia, que só começou a realmente a produzir depois de 1980, quando o governo protegeu a indústria. Apesar da maioria do vinho produzido não dar conta da demanda do mercado externo, as exportações de vinho da Nova Zelândia só representam 0.24% do consumo mundial. A mulheres kiwis consomem na grande maioria vinhos brancos, já os homens se dividem entre vinhos tintos e cerveja. 

Leia mais sobre comida na Nova Zelândia...

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.