Desde 2002

Seu Guia para Viajar, Trabalhar, Morar ou Estudar na Nova Zelândia

  Nova Zelândia

Home  Mapa do Site   Anunciar

  English
  Español
Nova Zelândia Cidades Estudar Turismo Trabalhar Onde ficar Vistos Diversos
Tópico: Nova Zelândia
  Artes e Cultura
  Bancos da NZ
  Comida na NZ
  Comunicações
  Carros na NZ
  Custo de Vida
  Economia da NZ
  Esportes na NZ
  Governo da NZ
  Hábitos Kiwi
  História da NZ
  Hobbies Kiwi
  Jeito de ser
  Os Europeus
  Os Imigrantes
  Padrão de Vida
  Leis da NZ
  Segurança
  Seguros
  Transportes

 

 

Link Patrocinado

Maoris da
Nova Zelândia

 O significado da palavra Maori originalmente que dizer local ou original, ou ainda quem nasceu no lugar, enquanto Pakeha, quer dizer quem veio de fora. Com o tempo, passou-se a designar oficialmente Maori como adjetivo, e assim é conhecido hoje a população original da Nova Zelândia. O povo Maori teve uma grande diferença de outros povos colonizados no passado, como o Índio Brasileiro ou Americano  ou o Aborígene Australiano. Esses foram massacrados e obrigados à seguir as regas do colonizador. No caso Maori, não houve colonização passiva, pois eles respondiam a qualquer invasor com ferrenha resistência, travando tantas sangrentas batalhas na NZ, que muitas vezes levaram o inimigo à fugir, ou parar na mesa de jantar. Por isso não houve colonização, mas sim um acordo através do Tratado de Waitangi, no qual ambos tiveram vantagens, tanto o colonizador quanto o colonizado.

A cultura e hábitos Maoris são ricos e bastante interessantes, sendo eles portadores de extrema espiritualidade. Tudo presente na natureza é sagrado, representa deuses, e está vivo. Uma montanha, por exemplo, pode ser irmã de outra, e tudo o que existe possui um espírito chamado Mana, até mesmo objetos fabricados. Se a Mana for tocada por pessoas não autorizadas, pode ir embora e trazer desgraça para uma tribo. Até mesmo uma simples lagartixa, é considerada emissária do Deus Whiro, e pode sorrateiramente entrar em seu corpo para sugar sua energia vital. Outras tradições como o Hongi (foto no topo da página), que é o cumprimento oficial Maori. Toca-se o nariz da outra pessoa com o seu próprio. Não confundir com Hangi, que é a comida tradicional da NZ feita no vapor debaixo da terra, é também uma tradição Maori .

A Haka é um mantra de Guerra, em que uma dança é ensaiada para afugentar o inimigo, ou dizer que não esta com medo dele. Numa dança coordenada e palavras cadenciadas é cantada em tom forte, clama o inimigo para se aproximar, e encarar. A Haka diz algo que pode ser interpretada mais ou menos assim: "Venha para mim, olhe nos meus olhos, estou te esperando, não estou com medo de você". Expressões faciais, caretas, mostra de força dos músculos e movimentos com os braços, culminam com um passo a frente, com postura de quem está prestes a arremessar uma lança, e distende-se a língua completamente para fora de forma ameaçadora. Uns dizem que o significado da língua para fora é só para amedrontar, outros dizem que era um convite para o jantar, no qual o inimigo seria o prato principal. 

Marae é uma espécie de Templo e local de reunião para os Maoris. É um lugar sagrado, onde deve-se deixar os sapatos de fora, e entrar somente com permissão. O respeito e as cerimônias devem ser cumpridos à risca. Explicando melhor, um Marae é o ponto de encontro da comunidade, é a verdadeira casa de um Maori onde Mana está sempre presente. Lá celebra-se datas, festas, casamentos, funerais, além de reuniões dos chefes da aldeia. Tudo que é de importante para aquela comunidade, é decidido num Marae. Para um Pakeha entrar num Marae, é necessário primeiro passar por um cerimonial chamado te wero. Um membro do sexo masculino, fará uma performance da Haka, e em seguida colocará um objeto de desafio no chão. Enquanto espera do lado de fora, o visitante  expressará que veio com intenções de paz, e só então terá permissão para entrar (a foto no parágrafo acima ilustra a cerimônia). A entrada é sempre ornamentada com esculturas e belíssimos desenhos em madeira pintada de vermelho, representando as tribos e a espiritualidade e são características de todos os Maraes espalhados pela NZ.

Maoris são mestres nas artes, sendo a escultura em madeira o forte. A Arte Maori é muito desenvolvida e predominan desenhos geométricos com significados espirituais. A Dança e a Música Maori estão presentes o tempo todo, e canta-se (ou chora-se cantando) até mesmo em enterros. As músicas em geral contam a história de uma pessoa, ou de uma lenda, e são bonitas de ouvir. Em partes da Nova Zelândia onde há atividades termais, o Hangi, que é um prato típico feito a base de vegetais, é cozido no vapor. A Kumara, ou batata doce dos trópicos, foi trazida pelos Polinésios para a Nova Zelândia, tendo se adaptado muito bem na Ilha do Norte. A Kumara constitui um dos principais ingredientes dos pratos Maoris. Estas comidas e Shows de Dança, como esse em Tauranga na Bay of Plenty (foto), podem ser vistos e apreciados por turistas. Objetos e amuletos sob a forma de pendentes, são muito usados pelos Maoris e facilmente encontrados em lojas de souvenir. As Tatuagens para os Maoris têm um significado de status e da história da família e tribo. Tradicionalmente são feitas à partir da puberdade, feitas no rosto e principalmente no queixo de mulheres e no braço dos homens. Algumas outras partes do corpo também são tatuadas, mas em pequena escala. Atualmente tem diminuído no número de Maoris tatuados.

Nota do Autor: Racismo dá processo e cadeia na Nova Zelândia, e as relações entre Pakeha e Maoris, que nem sempre foram flores, de vez em quando entra em conflito. Existem alguns racistas enrustidos de plantão, que não perdem a oportunidade de ofender os Maoris, e como tal, recebem o troco na mesma moeda. Durante 7 anos na Nova Zelândia presenciei alguns desses casos. Felizmente foram poucos e isolados. Um outro fato atual, é que muitos Maoris estão deixando seus Maraes para trabalhar nas grandes cidades, e isso tem causado certas quebras nas tradições, incluindo o forte respeito que os mais velhos sempre tiveram dos mais novos, e que agora anda em declínio.

Curiosidades:

1) Haka como é cantada pelos All Blacks (Seleção de Rugby da Nova Zelândia) uma tradição antes do início do jogo Rugby.

Ka mate! Ka mate! Ka ora! Ka ora!
Ka mate! Ka mate!
Tenei te tangata puru huru!
Naa nei tiki mai whaka whiti te Ra!
Hupane! Ka Upane!
A Hupane! Ka Upane!
Whiti te Ra!
HI !

2) Palavras em Maori- significado de lagumas palavras Maoris e que compõe nomes de lugares na Nova Zelândia:

Kia Ora - Alô, Oi,  Como vai, Bom dia.
Haere Mai - Bem Vindo.
Mania - Planície
Maunga - Morro, Montanha
Moana - Mar ou um grande lago
Motu - Ilha
Awa- Rio
Wai - Água
Whanga - Baía
Nui - largo, grande
Iti- Pequeno

Dois belíssimos trabalhos de escultura Maori

Google Web Portal

 

 

 

 

 | Termos de uso Privacidade | Quem somos | Consultoria | Curriculum Vitae | Anunciar | Contatos |                                     

© Portal Oceania.com - Todos os direitos reservados - É vetada a reprodução de textos e fotos sem autorização.